Celebrando Dilma de Lima 80 anos …

Dilma

Dilma de Lima foi a nossa primeira Professora de Ballet Classico em Sao Carlos.

D.Dilma , D. Dilma …

Quanto tempo se passou …

Quantas sementes …

Quantas flores  …

Quantos frutos …

Quantas memórias , estórias e emoções vividas e que ainda ressonam dentro de ti.

Quanta alegria em poder completar 80 anos sentindo esse amor reverberar em seu coração.

 

Naquela época os sentimentos de amor, alegria, companheirismo, aventura, ciúme, dor, medo, vergonha, raiva , cansaço, fome, dedos em carne viva, dores no corpo, acidentes  entre outros faziam parte dos ingredientes de toda entrega de ser uma Bailarina.

Mas o mais importante de tudo isso foi ter passados pelos desafios, dificuldades, decepções, pesadelos e ao mesmo tempo, muito êxtase, muitas alegrias recheadas de risadas, euforias e folias , pois tudo isso nos preparou e nos fortaleceu para perceber que a luz e a sombra fazem parte das nossas vidas.

Quando percebemos que estamos numa constante transformação e que tudo passa, apreciamos esses altos e baixos assim como apreciamos as Montanhas e os Vales…

Somente gratidão e muito amor pela tamanha dedicação, paciência  e entrega que sempre teve conosco.

Certeza que tudo que nos ofereceu ainda pulsa dentro de cada um de “nozes” , reflete em nossas vidas e nos possibilitou criar esse  lindo REENCONTRO para celebrar os seus 80 anos.

Nessa foto abaixo eu tinha 9 anos e meu personagem era a  menina Lucinha  dos ” Sapatinhos Vermelhos” com o Bailarino  Paulo Roberto Foina, conhecido como Guru.

Assim como eu, cada um traz algo de especial  que viveu nesses tempos passados e esses momentos marcantes ainda ressonam de alguma forma em nossas vidas hoje.

Sapatinhos vermelhos Lu

Sendo assim os cenarios da vida ja nos possibilitaram viver muitas coisas, os papeis que interpretamos ja foram muitos, e nos final de cada “Show” , as luzes se apagam, a plateia  vai embora e  voltamos para nossa casa ou melhor  voltamos para nossa essencia, sem maquiagem , sem luz , e sem nenhum papel para interpretar, somente o continuo aplauso das batidas do nosso coracao por aquilo que somos …

Entramos em Sintonia do SER e nossa luz interna que nos guia para um infinito caminho desconhecido…

Aceitamos , agradecemos e reverenciamos o caminho do Dharma, ou seja o “papel” que foi criado num Plano Maior e que para conseguirmos esse papel , nao precisamos fazer nada, precisamos entrar em Sintonia com a Mandala da nossa vida que reflete na Mandala Universal e perceber como podemos compor dentro desse ” Todo” de uma maneira verdadeira, natural e harmonica.

Um profundo observar de dentro para fora e de fora para dentro.

Muito amor e carinho a todos nesse lindo dia de REENCONTRO dos 80 anos da nossa

TAO

QUERIDA D. DILMA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sintonia

View more posts from this author

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *